DOENÇA DE FRUTAS

Agrodefesa: 35 cidades goianas têm a praga pinta preta dos citros; veja como evitar infestação

A doença, provocada por fungo, afeta laranjas, limões e tangerinas, de modo a causar queda na produtividade

(Foto: Adilson Lima - Embrapa)
(Foto: Adilson Lima - Embrapa)

A Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), divulgou nesta quinta-feira (21/09) uma atualização sobre a ocorrência da praga denominada Pinta Preta dos Citros em municípios goianos. Com a inclusão de Indiara na lista, agora são 35 cidades com presença dessa doença, que afeta as principais regiões citrícolas do estado.

A Pinta Preta dos Citros é ocasionada pelo fungo Phyllosticta citricarpa (Guignardia citricarpa) e pode ser identificada por meio de lesões na casca dos frutos de laranjas doces, limões e tangerinas, com exceção da lima ácida Tahiti, que não apresenta sintomas. Além dos frutos, as lesões também se manifestam nas folhas, resultando na queda dos frutos e na redução da produtividade das plantas.

A gerente de Sanidade Vegetal da Agrodefesa, Daniela Rézio, ressalta a importância de seguir as medidas fitossanitárias condicionais pelo órgão para prevenção e controle da praga, pois, após uma infestação nos pomares, é extremamente difícil eliminar a doença. Ela enfatiza a necessidade de adotar estratégias de manejo integrado, limpeza adequada de implementos agrícolas e aquisição de mudas certificadas para prevenir a entrada de fungos nos pomares.

Para a comercialização interna, propriedades rurais e viveiros produtores de citros devem obedecer aos critérios da Instrução Normativa Federal nº 3, de 8 de janeiro de 2008, que exige documentação fitossanitária, como Autorização de Trânsito Vegetal – ATV e Permissão de Trânsito Vegetal – PTV. Restrições adicionais se aplicam a vendas externas, especialmente para mercados que excluem ausência de doenças, como a Europa.

A seguir, a lista dos 35 municípios goianos com registro da Pinta Preta dos Citros: Pirenópolis, Anápolis, Hidrolândia, Piracanjuba, Morrinhos, Catalão, Inhumas, Bonfinópolis, Rio Verde, Bela Vista de Goiás, Goianápolis, Serranópolis, Aporé, Palmeiras de Goiás , Cromínia, Trindade, Itaberaí, Nerópolis, Campestre, Campo Limpo de Goiás, Campo Alegre de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Caldazinha, Jataí, Itajá, Terezópolis de Goiás, Caturaí, Abadiânia, Caldas Novas, Flores de Goiás, Inaciolândia, Itauçu, Marzagão, Pontalina e Indiara.