LATROCÍNIO

Polícia prende casal por latrocínio que aconteceu há 13 anos, em Luziânia

Dupla era tida como foragida e foi presa na terça-feira (9)

Eleições 2022: candidatos não podem ser presos a partir deste sábado (17)
Eleições 2022: candidatos não podem ser presos a partir deste sábado (17) (Foto: Pixabay)

Um casal, que não teve o nome divulgado, está preso por suspeita de latrocínio consumado. O crime aconteceu no ano de 2009. A dupla era tida como foragida e foi presa na terça-feira (9). Um deles estava escondido no município de Cristalina e o outro em Luziânia, cidade do entorno do DF.

Os policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (Gepatri) de Luziânia apuraram que os suspeitos estavam escondidos no município de Cristalina, com mandado de prisão temporária em aberto.

Realizadas as diligências na região com o fim de localizá-los, a mulher envolvida foi encontrada na zona rural de Cristalina e o homem foi localizado no Setor Fumal, em Luziânia.

Crime

O crime foi praticado no ano de 2009, na zona rural de Luziânia, quando dois indivíduos invadiram a residência da vítima e a mataram com dois disparos de arma de fogo.

Ainda conforme a PC, após matar a vítima, foram subtraídos uma televisão, um aparelho celular, além de objetos diversos.

Na época, os autores, após ocultarem os objetos subtraídos, fugiram do estado de Goiás, um deles para o estado de Minas Gerais e outro para o Tocantins.

Com a prisão, os indivíduos foram recolhidos aos respectivos presídios na cidade de Luziânia e se encontram à disposição do Poder Judiciário para julgamento.

Leia também no Mais Goiás:

Homem é preso por feminicídio após matar e simular suicídio de companheira, em Cristalina

Polícia investiga caso de bebê encontrado morto em lote baldio de Luziânia

Suspeito de matar ex-esposa e abandonar corpo em rodovia do Piauí é preso em Cristalina