TRÂNSITO

Polícia reconstitui atropelamento de ciclistas na BR-153, em Aparecida de Goiânia

Na ocasião, os policiais ouviram o relato de duas testemunhas e de uma das vítimas do atropelamento

O motorista saiu do carro, mas saiu sem prestar socorro, diz ciclista atropelado na BR-153 (Foto: Acervo pessoal)

A Polícia Técnico-Científica de Goiás realizou a reconstituição, na manhã desta quinta-feira (16), do acidente que atropelou dois ciclistas na BR-153, em Aparecida de Goiânia. Na ocasião, os policiais ouviram o relato de duas testemunhas e de uma das vítimas do atropelamento.

A reconstituição foi feita no mesmo local, na BR-153, próximo ao Arroz Cristal, no sentido Goiânia Hidrolândia. Os policiais interditaram parte da pista no ínicio da manhã para a apurar a dinâmica do acidente, que deixou Eduardo Mireski, de 39 anos, gravemente ferido e Bruno Melo, de 33 anos, com ferimentos leves.

A perícia quer levantar qual a velocidade em que a BMW transitava pela rodovia no momento em que atingiu os dois ciclistas. O laudo deve ser finalizado em dez dias. O delegado também deve ouvir Eduardo Mireski, que ainda se recupera dos ferimentos, após ficar internado por mais de 50 dias.

Motorista chegou a descer do carro, mas não prestou socorro

O Mais Goiás já mostrou que o motorista responsável pela colisão desceu do veículo para saber da situação da vítima que foi atingida em cheio (Eduardo). No entanto, saiu do local e abandonou o carro sem prestar socorro.

O representante comercial Bruno Melo, de 33 anos, relatou ao Mais Goiás que estava pedalando junto com o amigo Eduardo Mireski pelo acostamento da rodovia, no sentido Goiânia a Aparecida. Segundo ele, o passeio incluía a ida até o Posto Floresta, no município de Professor Jamil, também na região metropolitana.

A certo ponto, sentiu uma pancada por trás. Ele foi arremessado para um barranco e caiu na grama. “Assim que me dei que tinha acontecido o acidente, eu olhei para minhas pernas, braços e vi que não tinha quebrado nada, olhei para o lado e vi o Eduardo a uns 10 a 15 metros a frente caído na grama também.”