MACONHA | SKUNK

Preso suspeito de vender drogas no atacado para traficantes de Goiânia

Suspeito, que não teve o nome, nem a imagem divulgados, começou a ser investigado há uma semana

Drogas apreendidas pela Denarc (Foto: Polícia Civil)
Drogas apreendidas pela Denarc (Foto: Polícia Civil)

Um homem de 28 anos foi preso pela Polícia Civil suspeito de ser o responsável por vender drogas no atacado para traficantes que agem na região sudoeste de Goiânia. Com ele, os agentes da Delegacia Estadual de Repressão aos Narcóticos (Denarc) apreenderam 200 quilos de drogas, entre maconha, e skunk.

O suspeito, que não teve o nome, nem a imagem divulgados, começou a ser investigado há uma semana, e foi abordado pouco tempo depois de receber um carregamento avaliado em R$ 400 mil. Em dois endereços, no Jardim Itaipú, e no Setor Real Conquista, ambos em Goiânia, os agentes encontraram mais de 200 peças de maconha e skunk.

“O que já apuramos é que esse investigado, agora preso, revendia os entorpecentes, apenas em grandes quantidades, exclusivamente para traficantes que atuam na região do Parque Anhanguera II, e continuamos nosso trabalho agora para identificar outros envolvidos”, relatou o delegado Frenando Gama, titular da Denarc.

A suspeita do delegado é que os entorpecentes foram colocados em embalagens com cores diferentes para preservar os traficantes que encomendaram, ou as facções, sem a necessidade de identificá-los com siglas. O suspeito flagrado com a droga já havia sido preso anteriormente por porte ilegal de arma, furto, e ameaça, e agora foi indiciado por tráfico de drogas, crime que tem pena de reclusão que varia, de cinco, até 15 anos.

Veja vídeo produzido pela Polícia Civil: