FAMOSOS

Shakira diz que separação de Piqué é difícil ‘não só para mim, mas para as crianças’

Cantora chamou este de o momento "mais sombrio" de sua vida

Shakira diz que separação de Piqué é difícil não só para mim, mas para as crianças
Cantora Shakira (Foto: Divulgação)

Shakira tem produzido novas músicas no período em que descreve como o “mais sombrio” de sua vida. Ela tem enfrentado problemas com a justiça espanhola, por conta de fraude em impostos, o que nega, e tem ainda lidado com a separação de Gerard Piqué, que tem atraído holofotes de todo mundo. Sobre esta fase afetiva, a cantora falou pela primeira vez ao descrever o fim do casameto como um período “extremamente difícil”. Tanto para ela, quanto para as crianças.

“É muito difícil falar sobre a separação, ainda mais que é a primeira vez que falo sobre isso em uma entrevista. É difícil falar porque eu ainda passo por ela. E porque estou sob os olhos do público e porque é uma separação incomum. Tem sido difícil não só para mim, mas para as crianças também. Extremamente difícil. Há paparazzi acampados na porta da minha casa 24h por dia. Não há um lugar que eu possa me esconder com meus filhos, exceto a minha casa. Nós não podemos ir a um parque como uma família normal, ou tomar um sorvete sem que alguém nos siga. Eu tento protegê-los, porque essa é minha missão número um na vida. Mas e quando eles escutam algo na escola ou chega até eles alguma notícia desagradável?”, disse Shakira à “Elle” estadunidense.

A colombiana disse ainda que às vezes se sente como num pesadelo e que acordará de repente. Se disse ainda chateada ao ver a cobertura extensiva da mídia, transformando a relação dela com Piqué em algo vulgar.

“É realmente chato para duas crianças que estão tentando entender a separação dos pais. Às vezes eu sinto que tudo é um pesadelo e que vou acordar em algum momento. Mas não, é real. O que também é real é o descontetamento em ver algo que é sagrado e especial, como a relação que tenho com o pai dos meus filhos, ser transformado em algo vulgar pela cobertura da mídia. E como eu disse, essas sao as horas mais sombrias da minha vida. Mas aí eu penso em todas as mulheres ao redor do mundo passando por situações semelhantes, ou tão piores que as minhas. Mulheres que acreditam nos valores da família, e que tem o sonho de ter uma família para sempre, que veem esse sonho ser quebrado em pedaços e enfrentam uma das maiores dores. Mas mulheres são resilientes. Então, eu penso, tento me lembrar que preciso ser um exemplo para os meus filhos, que preciso ser o que eles querem ou que quero que eles se tornem. E também quero estar presente para todos aqueles que têm mandado amor e apoio. É de onde vem minha força agora”. (do Extra)