ELEIÇÕES 2024

Goiânia: Citado em pesquisa do Mais Goiás, Mabel reafirma que não será candidato

Ex-deputado federal Sandro Mabel aparece em sexto lugar em levantamento de intenção de voto

Sandro Mabel, presidente da Federação da Indústria de Goiás (Foto: Divulgação)

Mesmo sem que esteja com uma pré-candidatura em curso, o presidente da Federação das Indústrias de Goiás (Fieg), Sandro Mabel (Republicanos) apareceu em sexto lugar com 3,17% das intenções de voto, no levantamento estimulado elaborado pela Goiás Pesquisas, sob encomenda do portal Mais Goiás publicado nesta terça-feira (23). O ex-deputado federal diz que até fica lisonjeado com a lembrança, mas reitera que não irá se candidatar nas eleições. 

“Fico feliz por ser lembrado pela população da capital. Acredito que isso se deve ao meu perfil de gestor”, destacou o empresário ao portal Mais Goiás. “A população busca um gestor e tenho essa característica, além de mandatos como deputado estadual e federal, quando pude trazer diversos benefícios para nosso estado”, salienta Sandro Mabel.

Ainda assim, Sandro Mabel destaca que não vai lançar qualquer projeto nesse sentido e fala em deixar ‘legado’ no setor industrial. “Mas não disputar as eleições deste ano é uma opção pessoal. Continuo atuando em defesa dos interesses da indústria, à frente da Fieg, onde quero deixar meu legado”, pontuou. “Tenho trabalhado no projeto de modernização da rede de ensino das escolas Sesi e Senai, onde faremos, até 2026, investimentos de R$ 1 bilhão”, completa.

Não é a primeira vez que Sandro Mabel descarta o projeto de candidatura. Em dezembro do ano passado, chegou a brincar com a possibilidade, num momento em que sua pré-candidatura voltou a ser especulada. “Se por devaneio eu for eleito, vocês vão ter que trabalhar 24 horas”, disse em tom de brincadeira, durante reunião do Fórum de Entidades Empresariais de Goiás.

O comentário arrancou risadas dos presentes. “Eu se for prefeito de Goiânia, vocês vão ter que me aturar muito”, completou. Questionado sobre a possibilidade de candidatura, Sandro Mabel foi direto: “Só se eu for maluco”, disse, acompanhado de um breve sorriso.

Gustavo Gayer e Vanderlan lideram segunda rodada da pesquisa; a primeira de 2024

O levantamento divulgado pelo Mais Goiás foi o primeiro publicado em 2024 e o segundo da série para as eleições deste ano. Elaborado pela Goiás Pesquisas, os nomes do deputado federal Gustavo Gayer (PL) e o senador da República, Vanderlan Cardoso (PSD) aparecem na primeira posição, empatados tecnicamente na corrida ao Paço Municipal, com 20,71% e 20,34%, respectivamente. 

A margem de erro é de 3,34 pontos percentuais para mais ou menos e os números referem-se ao levantamento estimulado, quando os nomes são mencionados pelo entrevistador ao eleitor.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), o deputado estadual Bruno Peixoto (União Brasil) aparece em terceiro com 13,40% das intenções de voto, empatado tecnicamente com a deputada federal Adriana Accorsi (PT), que tem 12,42%. A petista é a única entre todos os nomes que já lançou sua pré-candidatura. 

O atual prefeito Rogério Cruz (Republicanos) aparece na quinta posição com 9,50% das intenções de voto. Ele ainda almeja esperanças em contar com o apoio do governador Ronaldo Caiado (União Brasil). 

Completa a lista, o empresário e ex-prefeito de Trindade, Jânio Darrot (MDB). Ele conta hoje com 0,97% de intenção de voto. O ex-deputado estadual apareceu na lista de pré-candidatos em outubro do ano passado após sondagens do governador Ronaldo Caiado que buscava testar um nome que fosse gestor e tivesse experiência na política partidária. 

Brancos e nulos somam 8,90% enquanto 10,60% estão indecisos. A pesquisa contou com 821 entrevistas, face a face, entre os dias 17 e 19 de janeiro e a margem de erro é de 3,42 pontos percentuais para mais ou menos com nível de confiança de 95%. Ela foi registrada no Tribunal Regional Eleitoral – GO (TRE-GO) com o número 05035/2024.