POLÍTICA

Governo reajusta hora extra paga a policiais, bombeiros e técnicos da segurança em Goiás

Segundo cálculos do próprio governo estadual, os novos valores de 20% serão pagos a mais de 20 mil servidores

Goiás abre inscrições para concurso de oficiais da Polícia Militar com 150 vagas

O governador Ronaldo Caiado (União Brasil) assina na manhã desta segunda-feira (30) reajuste de 20% no valor pago pelas horas extras (AC-4) a trabalhadores da Segurança Pública de Goiás.

O valor será pago a policiais militares e civis, além de bombeiros, superintendência de Polícia Técnico-Científica e agentes penitenciários.

Segundo cálculos do próprio governo estadual, os novos valores serão pagos a mais de 20 mil servidores. O reajuste passa a vigorar a partir de 1º de junho.

Impacto financeiro

O impacto financeiro do reajuste ficará em torno de R$ 116 milhões.

O governador diz que o reajuste se trata de um reconhecimento do governo para as forças de segurança do Estado. Ele salientou que houve reajuste desde que a situação fiscal de Goiás permitiu, com o aporte financeiro já estabelecido.

“As forças de segurança que tem essa característica, ou seja, hora extra específica para a categoria”, respondeu Caiado ao ser perguntado sobre se há previsão de reajuste semelhante para outros servidores do Estado de Goiás.