Mais Negócios

Empreendedorismo 4.0 e conectividade no agronegócio

A conectividade no campo pode gerar um aumento de até R$ 101,4 bilhões no agronegócio brasileiro

O empreendedorismo 4.0 é um conceito criado para definir a nova forma de se fazer as coisas antigas. É como se estivéssemos revivendo a teoria de Darwin da evolução e seleção natural, só que desta vez nos negócios.

Nesse contexto, até setores que são mais tradicionais como o agropecuário estão passando por uma significativa revolução causada pela conectividade.

Investimentos necessários

Um estudo elaborado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento revelou que o investimento em conectividade no campo pode aumentar em 9,6% o Valor Bruto da Produção do agronegócio brasileiro.

O estudo considerou dois cenários. No primeiro, aproveitando as 4,4 mil torres já existentes no país, a implementação de novas antenas de internet geraria uma cobertura de 48% no campo. Por outro lado, em um segundo cenário, seria necessário instalar 15,1 mil conjuntos de torres e antenas para uma cobertura de 98%.

Resultados esperados

Com o crescimento da conectividade, os empreendedores do agronegócio terão acesso a tecnologias que auxiliarão na melhora da produtividade e na geração de riquezas.

Através dos investimentos propostos, o aumento da conectividade poderá gerar um incremento entre R$ 47,5 bilhões e R$ 101,4 bilhões na produção do setor agropecuário.

Desde a possibilidade de assistir vídeos que compartilham experiências até ferramentas complexas de análise de solo e produtividade, poderão ser incrementados e utilizados no trabalho do campo.

Assim,  é fundamental que todos os setores de negócios preparem-se para adaptar e acompanhar a evolução nos seus respectivos setores.

Portanto, os profissionais que não se adaptarem correrão o risco de serem extintos de suas atividades por essa seleção natural (tecnológica) que está acontecendo no ambiente produtivo.

Dessa forma, fica a reflexão da frase do filósofo Heráclito: “Nada é permanente, exceto a mudança.”

Para saber mais sobre esse e outros assuntos, acompanhe minha página @romanhol no Instagram.