CASO INUSITADO

Anápolis (GO): vítima de violência doméstica desacata policiais ao ser intimada pelo WhatsApp

Delegada afirma que mulher responderá por desacato; ela chamou policiais de "burros"

Anápolis (GO): vítima de violência doméstica desacata policiais ao ser intimada pelo WhatsApp
Anápolis (GO): vítima de violência doméstica desacata policiais ao ser intimada pelo WhatsApp (Foto: Reprodução)

Uma mulher que é vítima em um caso de violência doméstica em Anápolis responderá por desacato. Isto, porque ela chamou a delegada e outros policiais de “burros” quando foi a intimada pelo WhatsApp. A informação foi divulgada pelo Jornal O Popular.

O caso aconteceu nesta quinta-feira (18). A mulher, inclusive, foi advertida pela degelada Isabella Joy, mas continuou com os insultos. Em determinado momento, ela mandou a policial ir se “f**der”.

Segundo Isabella, a Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) de Anápolis enviou uma intimação para que a vítima comparecesse ao local nesta manhã. O objetivo era a realização de procedimento para um caso de lesão corporal, injúria e ameaça contra o ex-marido dela.

Quando recebeu a mensagem pelo aplicativo, ela passou a ofender os policiais. A delegada, então, também enviou uma mensagem para explicar que se tratava de um número da Delegacia.

A mulher continuou as ofensas e a delegada advertiu que a vítima de violência doméstica tinha cometido crime de desacato. A vítima, então, afirmou: “Ai moça, vai se f###”. Para a delegada, a situação foi absurda. Isabella informou que a mulher será investigada.

Graças ao Conselho Nacional de Justiça (CNJ), desde 2017 é possível o envio de intimação pelo WhatsApp.