herói

Vaquinha para brasileiro que salvou crianças de ataque na Irlanda chega a R$ 2 milhões

Caio Benício, de 43 anos, passou a ser tratado como herói nacional; ele usou capacete para conter agressor

Vaquinha para brasileiro que salvou crianças de ataque na Irlanda chega a R$ 2 milhões Caio Benício passou a ser tratado como herói nacional
Foto: Redes Sociais

Irlanda: Uma vaquinha virtual criada por irlandeses para pagar um pint (tradicional copo de cerveja) ao brasileiro Caio Benício, de 43 anos, já arrecadou 361 mil euros (cerca de R$ 2 milhões). O entregador – nascido em Niterói e morador de Dublin – está sendo tratado como herói nacional após ter reagido a um ataque a facadas na capital do país, ocorrido na última quinta-feira (23).

O entregador brasileiro, ao lado de um estudante francês de hotelaria, se tornou herói no país, desempenhando papel decisivo quando um indivíduo atacou cinco pessoas com uma faca, ferindo gravemente uma menina de cinco anos.

“Este homem é um herói e o mínimo que podemos fazer é comprar uma cerveja para ele, então peço que você doe para Caio, para que ele saiba que o povo de Dublin o aprecia”, diz o texto da vaquinha.

Os organizadores contaram que já conseguiram estabelecer contato com o brasileiro. Caio será adicionado como beneficiário da vaquinha e “todo o dinheiro seja repassado diretamente para ele”.

Brasileiro que salvou crianças de ataque na Irlanda vira herói nacional

Caio Benício deteve o homem que esfaqueou três crianças e dois adultos em Dublin. Ele passava pela rua, de moto, quando viu o criminoso armado atacando uma jovem na Parnell Square, uma praça movimentada de uma área residencial no centro da capital irlandesa.

Caio então desceu da moto, tirou o capacete e atingiu o agressor. Ao todo, cinco pessoas ficaram feridas, entre elas três crianças. O ato do brasileiro, no entanto, impediu uma tragédia maior.

O entregador foi exaltado pelo lutador irlandês Conor McGregor. “O trabalhador é o verdadeiro herói! Bravo nosso irmão brasileiro na Irlanda, trabalhando duro, ganhando a vida e contribuindo com a sociedade irlandesa! É isso! Nós amamos, apreciamos e respeitamos muito você! Muito obrigado Caio Benício!”, escreveu McGregor, nas redes sociais.